BRUMADINHO: FNA cobra o cumprimento dos protocolos de segurança em barragens

0
89

Diante da tragédia em barragem na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, a Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas (FNA) vem a público cobrar que os protocolos de segurança sejam cumpridos pelas empresas que têm qualquer tipo de projetos com riscos e impactos ambientais no país.

A Federação, representante da categoria dos arquitetos e urbanistas, alerta para o fato de que esses acidentes colocam não só em risco o patrimônio histórico, cultural e ambiental, como a vida das pessoas que residem nas regiões.

A FNA critica ainda o comportamento ganancioso das empresas que não dão a devida atenção à segurança em favor do lucro. Em função da tragédia, moradores da Vila Ferteco precisaram sair da região. O Instituto Inhotim, que é um dos mais importantes acervos de arte e da arquitetura contemporâneas do Brasil, foi fechado às pressas. A data da reabertura ainda não foi anunciada.

A FNA recorda que esse não foi o primeiro episódio envolvendo a referida empresa em rompimentos de barragens em Minas Gerais. Há três anos, houve outro acidente similar na cidade de Mariana.

Com Assessoria Diretoria Executiva da FNA